Rebalanceamento de carteira, qual o momento certo para fazer?

Tempo de leitura: 4 minutos

Quantas vezes você se questionou se estava realmente direcionando seu dinheiro para os melhores investimentos? Essa pergunta simples pode fazer toda diferença no seu futuro no mundo das finanças. 

A escolha de investimentos é apenas o começo do seu trabalho como investidor. Com o passar do tempo você precisa monitorar o desempenho dos seus investimentos. 

Assim, você saberá se é preciso fazer o rebalanceamento da sua carteira, para que seus investimentos progridam em direção aos seus objetivos. 

Por Que Fazer o Rebalanceamento de Carteira?

Essa pode parecer uma tarefa cotidiana, mas é esquecida por grande parte dos investidores nos dias de hoje, especialmente quando a carteira é elaborada sem o auxílio de um profissional. 

No entanto, é fundamental que todo investidor reavalie periodicamente sua carteira de investimentos para verificar se as metas e objetivos propostos ainda são cabíveis à sua realidade ou se ainda é preciso reajustar para otimizar a rentabilidade e os objetivos.

Se seus investimentos não apresentam ganhos ou se o valor da sua conta está diminuindo, você precisa determinar o motivo e definir sua próxima jogada.

Descubra se a Sua Rentabilidade Está Valendo a Pena

Para avaliar o desempenho de seus investimentos, você precisará considerar várias maneiras diferentes de medir o desempenho. As medidas que você escolher dependerão das informações que você está procurando e dos tipos de investimentos que você possui.

Os mercados de investimento mudam o tempo todo, por isso você deve estar atento às oportunidades de melhorar o desempenho do seu portfólio.

Se você tem uma ação que espera vender a curto prazo com lucro, pode estar mais interessado em saber se o preço de mercado está subindo, se começou ou não a atingir um platô.

Por outro lado, se você é um investidor conservador ou está se aproximando da aposentadoria, pode estar interessado principalmente na renda que seus investimentos proporcionam. 

Assim, você pode examinar a taxa de juros que seus títulos estão pagando em relação às taxas atuais do mercado e avaliar o rendimento das ações e dos fundos mútuos que você comprou para a renda que eles fornecem.

Atenção! Não estamos falando sobre um modelo “trader” de carteira de investimentos, mas sim de uma estratégia que envolve a análise dos investimentos já realizados e as oportunidades presentes no mercado financeiro. 

Você não precisará mudar seu perfil de investimento e tampouco passará madrugadas acordado para avaliar as altas e baixas das aplicações.

O rebalanceamento da carteira de investimentos pode ser realizado, por exemplo, junto ao planejamento financeiro anual, onde você conseguirá enxergar seu potencial financeiro como um todo e, assim, reavaliar suas projeções em curto, médio e longo prazo.

Fatores Que Podem Interferir na Sua Carteira de Investimentos

Se você ainda está se questionando sobre a necessidade de reavaliação da carteira de investimentos, pense comigo: em um curto período de um ano muita coisa pode acontecer.

Você pode sonhar com um novo destino para viajar;

Novas oportunidades de emprego podem surgir;

Sua família pode ganhar um novo integrante (e nesse caso todo o planejamento financeiro deve ser reavaliado);

Você pode precisar mudar de cidade ou país para abraçar uma oportunidade única que surgiu de última hora;

A política do seu país pode virar de cabeça para baixo (quando se trata de Brasil então, nem se fala).

Esses são apenas alguns dos exemplos, mas a verdade é que toda ação e toda decisão tomada têm um impacto em seu perfil como investidor

Muitas vezes você pode até trocar uma das metas ou objetivos e descobrir que o valor necessário é bem diferente daquele que fora programado, assim como prazo está mais longo ou até mesmo mais curto para realizar esse objetivo. O que fazer então?

Como Fazer o Rebalanceamento de Carteira?

Ao medir o desempenho do investimento, você deve evitar comparar maçãs com laranjas. 

É importante encontrar e aplicar os padrões de avaliação certos para seus investimentos. Caso contrário, você pode acabar tirando conclusões erradas. 

Por exemplo, há poucas razões para comparar o rendimento de um fundo mútuo de crescimento com o rendimento de um título do Tesouro, uma vez que eles não desempenham o mesmo papel em seu portfólio. 

Em vez disso, você deve medir o desempenho de um fundo de crescimento pelos padrões de outros investimentos, também em crescimento, como um índice de fundo mútuo ou um índice de mercado apropriado.

É nesse ponto que o rebalanceamento da carteira se faz necessário, pois irá ajustar suas novas expectativas com as oportunidades de ganhar cada vez mais, mirando em seus objetivos.

Estabeleça datas para reequilibrar sua carteira de investimentos. Mas não se esqueça, sempre com metas possíveis e dentro da sua realidade. 

Leia também: 6 Benefícios de ter um Consultor Financeiro Cuidado do Seu Dinheiro

Quem Deve Reajustar sua Carteira de Investimentos?

Vale salientar também que você não deve apenas trocar investimentos de forma aleatória ou intuitiva. A carteira de investimentos deve prezar sempre pela diversidade das aplicações e pela segurança do dinheiro ali investido. 

Embora você já conheça o mercado financeiro, é importante confiar em um profissional qualificado para orientar as mudanças e ajustar sua carteira de acordo com as novas possibilidades.

Pode parecer tentador em primeiro momento realizar a reavaliação da carteira de investimentos de forma autônoma, mas o que ocorre na maioria das situações é a má escolha devido à falta de conhecimento aprofundado no assunto. 

O fato de suas ações estarem direcionadas não significa que você tem uma regra a ser seguidas.

Por isso, é importante o acompanhamento de um profissional tanto durante o rebalanceamento de carteira quanto para a realização do planejamento financeiro anual.

Nem sempre será necessário migrar suas aplicações e, na maioria das vezes, um pequeno ajuste será suficiente para melhorar sua rentabilidade. 

Portanto, não deixe a carteira de investimentos cair no esquecimento e tenha em mente que as mudanças no seu dia a dia também impactam sua postura no mercado de finanças. Afinal, todo o planejamento financeiro é desenvolvido para que você consiga conquistar cada um de seus sonhos!