Como economizar dinheiro dia a dia, mesmo ganhando pouco

Tempo de leitura: 11 minutos

Aprender a economizar dinheiro dia a dia faz parte de uma mentalidade de planejamento financeiro, e é a base para alcançar seus objetivos financeiros.

Para quem está começando agora, economizar pode não parecer algo tão fácil ou intuitivo. Isso é totalmente natural, afinal educação financeira não é algo que faz parte da formação básica e média no Brasil.

Vamos te mostrar o básico para entender e acompanhar sua vida financeira, garantindo que você consegue se planejar para economizar dinheiro, que pode virar investimentos para alcançar seus sonhos!

Entenda sua Saúde Financeira

O primeiro passo para economizar é entender sua saúde financeira. Isso significa saber quanto dinheiro entra e sai de sua conta todo mês.

Controle seus gastos pessoais

Se você quer economizar deve, primeiramente, saber quanto você ganha e gasta todos os meses. 

Para isso, criamos uma planilha de controle financeiro para acompanhamento das suas receitas e gastos mensais. Ela está disponível para download gratuito aqui!

Se você é cliente de um banco que não te permite acompanhar suas movimentações monetárias com frequência, pode ser a hora de considerar alternativas melhores.

Existem bancos que, além de não possuírem taxas comuns nos grandes bancos, ainda permitem um acompanhamento fácil e rápido através de seu smartphone. Alguns exemplos são:

Além de bancos digitais, existem aplicativos que podem te ajudar a controlar suas finanças. Confira nosso vídeo sobre esse assunto:

Avalie seu gasto por áreas

Ao registrar todos os seus gastos, você poderá entender em quais áreas você gasta seu dinheiro. 

Isso é importante para entender quais são as maiores oportunidades de economia. Observe o exemplo feito com nossa planilha de controle de gastos

como economizar dinheiro dia a dia

É possível acompanhar mês a mês a área de suas despesas e quanto foi gasto. Quando não planejamos nossa vida financeira, não temos ideias de quanto de nosso dinheiro vai para cada área, e fica difícil de localizar e cortar gastos desnecessários.

No exemplo acima, fica claro que são as despesas adicionais que definem se um mês tem rendimento positivo ou negativo. Mas economias podem acontecer em qualquer uma das áreas, afinal todas afetam o saldo acumulado total.

Na simulação acima, o saldo acumulado ao fim do ano é de R$ 2.529,00, ou aproximadamente 6,5% da receita total. Por que essa porcentagem é importante?

Diagnosticando sua saúde financeira

Ter boa saúde financeira significa que você poupa 20% de sua renda líquida.

Sim, essa é uma missão muito difícil se você acabou de começar a se preocupar com economia de dinheiro. Entretanto você está dando os primeiros passos para chegar lá!

Sua missão inicial é ter um balanço positivo, e ir trabalhando para chegar no número mágico de 20% de poupança.

Temos uma planilha de cálculo de diagnóstico financeiro que pode fazer as contas para você, para começar a acompanhar a partir do próximo mês.

Planeje quanto dinheiro você quer economizar antes de começar

Antes de mais nada, defina quanto dinheiro você quer economizar antes do mês começar. Se você se planeja para economizar o que sobre no fim do mês, a grande chance é que não sobre nada para poupar.

Comece com um valor pequeno em relação ao seu ganho total, e foque em terminar o mês com a meta cumprida. A medida que você organizar sua vida financeira, vai poder aumentar o valor estipulado.

Tenha uma conta separada para sua poupança

Este ponto é uma união entre seu controle de gastos pessoais com a estratégia de definir quanto você vai poupar por mês. 

Pense assim: se você definir que vai poupar 100 reais este mês, mas deixar esse dinheiro em sua conta corrente junto com o dinheiro que usa em transações diárias, a tendência é que você acabe gastando o dinheiro que iria poupar.

Tenha uma conta separada apenas para mandar o dinheiro que você deseja poupar.  

Ter uma segunda conta pode parecer uma grande dor de cabeça se você estiver acostumado com bancos tradicionais, mas com as opções de bancos digitais que citei você abre uma conta em minutos, e não paga nada pelas transferências entre suas contas.

Você já começa o mês com dinheiro poupado. Isso vai reduzir o impulso de gastar, e vai te motivar a passar seu mês com um valor que já exclui uma poupança.

Vamos voltar nesse assunto, mas já ressalto que quando uso a palavra poupança aqui, me refiro ao dinheiro poupado, e não à caderneta de poupança. Dessa você deve correr, e vamos te apresentar alternativas bem melhores para seu dinheiro poupado.

Planeje de onde você vai economizar dinheiro

Você já organizou seus gastos de acordo com os tipos de despesas. Agora é hora de definir metas de economia para cada uma delas. 

Comece com os mais óbvios. Gastos de rotina, como alimentação, compras e serviços adicionais. Depois passe para gastos fixos, variáveis e extras. É possível cortar muitos gastos nessas áreas, mas normalmente são coisas que exigem mais planejamento.

Você não precisa ter precisão científica em sua meta, mas lembre-se que ela será seu guia para efetuar todas as ações de economia que vamos propor daqui para frente.

Pague suas contas em dia

A melhor forma de economizar no dia a dia é começar pagando todas as contas em dia e evitando a cobrança de juros e demais taxas de cobrança. 

As contas fazem parte da dinâmica financeira da casa, portanto não devem ser deixadas de lado. Caso prefira, deixe-as programadas para débito automático, mas não se esqueça de conferir os valores todos os meses para realizar o controle de gastos.

Aqui eu proponho tratar o valor que você planejou como uma de suas contas a pagar. Assim que seu salário cair, deposite em sua conta destinada para seu valor poupado.

Quite suas dívidas

Suas dívidas podem ser um grande freio na sua estratégia de economizar dinheiro, além de um fator de desmotivação para cuidar de sua saúde financeira. 

Mas para tirá-las de seu caminho antes é preciso entender como elas afetam seu orçamento, e quais são suas dívidas realmente caras.

E perceba que não estou falando de valor em si, e sim de juros.

Dívidas mais caras são aquelas que vão aumentar muito ao longo dos meses, e que no final vão te fazer gastar um valor muito superior ao inicial. 

Coloque no papel quais suas dívidas e qual o juros de cada uma delas. Aqui você encontra uma calculadora de juros online, para te ajudar a calcular o valor de sua dívida, levando em conta o tipo de juros: simples ou composto.

Negociar diretamente com o banco pode ser uma alternativa para aliviar as parcelas e reduzir taxas. Não crie mais dívidas para quitar as já existentes!

Quitar dívidas pode ser um processo demorado e desagradável, mas a sensação quando você termina é recompensadora.

como economizar dinheiro no dia a dia

Dívidas podem estar te impedindo de economizar dinheiro e investir, então resolva esta etapa para ontem!

Economize nas compras

As próximas dicas são para poupar no momento de fazer compras:

Para compras rotineiras, use dinheiro em espécie

Na hora das compras, tenha sempre dinheiro em mãos. Embora o cartão seja prático, ele impede negociações e descontos que geralmente são disponibilizados para pagamento à vista. Perca o medo de pechinchar!

Além de abrir mais possibilidades para pechinchar, comprar com dinheiro faz com que você não compre por impulso e tenha maior autocontrole, evitando gastos supérfluos por impulso. 

Entenda aproximadamente quanto vai gastar na compra, e leve só isso

Seguindo a dica anterior, vale a pena ter em mente quanto você vai gastar quando sai para fazer uma compra específica, e levar uma quantidade de dinheiro próxima à esperada. 

Cuidado com o uso do cartão de crédito

Conhecer o cartão de crédito com o qual opera pode facilitar em determinadas compras, mas é preciso muito cuidado para não transformar as vantagens de seu cartão em motivo para novos gastos.

O perigo do cartão de crédito é alimentar uma imagem de que você ainda tem muito dinheiro, servindo como um incentivo para aumentar o gasto mensal e possivelmente contraindo dívidas.

Quer mais dicas sobre controle na hora de usar o cartão de crédito? Clique aqui e leia o artigo: Saiba como utilizar seu cartão de crédito sem criar dívidas!

Corte gastos adicionais frequentes

Se você passou um mês contando seus gastos, já deve ter percebido este tipo específico de despesa. 

Perceba quais são os principais gastos e tente eliminar aqueles que parecem inofensivos, mas que tomam conta de boa parte de seu orçamento. Alguns exemplos são:

Lanches no meio do dia motivados por gula, sucos ou refrigerantes em ocasiões onde não há necessidade, chocolates e doces após refeições, almoços caros diários, entre muitos outros.

As marmitas, por exemplo, são alternativas simples (e mais saudáveis) para quem costuma gastar com alimentação ao longo do dia. 

Preste atenção nos seus gastos pequenos diários, eles vão significar muito em um intervalo maior de tempo!

Faça sua lista de compras antes de sair de casa

Antes de fazer as compras em supermercados, crie uma lista de alimentos necessários e tente seguir ao máximo a lista. Assim você economizará tanto no supermercado quanto na alimentação do dia a dia.

Outra dica com relação a supermercados especificamente é não ir fazer compras com fome. Estado momentâneo pode te levar a comprar coisas que você não precisa de fato.

Procure e aproveite promoções, mas somente para aquilo que é necessário

Promoções, como aquelas de leve 4 pelo preço de 3, são fortes ferramentas usadas em pontos de vendas para chamar sua atenção. Entretanto caso você realmente precise comprar um produto, vale a pena ficar atento se ele está ou não em promoção.

Escolha lojas e supermercados que costumam fazer promoções, e acompanhe com responsabilidade. 

Vai em um evento? Se programe e compre adiantado

Se você tem em sua programação um evento, não hesite em comprar o ingresso assim que as vendas começarem.  

Muitas vezes enrolamos até que fique totalmente decidida a ida, comprando o ingresso em lotes mais avançados e preços consequentemente maiores. 

Compre o ingresso assim que lançar, quando os valores ainda não subiram. Se você for, vai poupar dinheiro. Se não for, vai poder vender seu ingresso por um preço mais baixo, aumentando a demanda e facilitando a venda.

Faça pesquisas online antes de comprar

Você consegue encontrar de TUDO online. Não faça compras importantes antes de consultar valores em e-commerces. 

Isso não significa que você precisa fazer a compra online, mas consultar sites de venda te dará uma noção maior de preço e disponibilidade. 

Só tome cuidado para não cair nas armadilhas de venda destes sites. Eles são feitos para que você entre e se interesse por diversos produtos. Mantenha o foco!

Alugue e pegue emprestado o que puder

Existem produtos que você vai precisar rotineiramente. Outros não! Antes de fazer uma compra, considere quantas vezes você realmente vai precisar daquele produto.

Vale a pena gastar 20% da sua renda em um vestido que será usado 2 vezes? 

Hoje já existem sites que permitem te permitem alugar produtos ou cadastrar produtos seus para aluguel. Alguns exemplos são:

Além de alugar, você sempre pode pedir produtos emprestado. Sabe aquele amigo que tem uma câmera? Peça emprestado para sua viagem de fim de semana! Tome muito cuidado com o produto e devolva na mão dele no dia certo e com um sorriso na cara. 

Encontre as melhores formas de se locomover na cidade

Meios alternativos de locomoção são vantajosos para seu bolso e para o meio ambiente!

Procure por pessoas que fazem os mesmos itinerários que você e combine uma carona. O valor da divisão de gasolina dificilmente bate os gastos com transporte público ou carro particular.

Existem aplicativos que te ajudam a encontrar e conectar essas pessoas:

Lembre que o mesmo vale se você faz trajetos de carro com vagas sobrando no carro!

Além de caronas, considere o uso da bicicleta como transporte. As bicicletas vêm ganhando espaço nas ruas, e começam a receber mais atenção das gestões de cidades que sofrem com trânsito. 

Você pode adquirir modelos baratos e úteis para fazer seus trajetos diários, ou ainda usar aplicativos como o Yellow, que permite aluguel de bikes por um valor muito baixo.

É claro que essas alternativas nem sempre estarão disponíveis, mas se você conseguir utilizá-las alguns dias, já verá uma melhora no valor economizado total.

Economize em casa

As próximas dicas serão para te ajudar a poupar dinheiro em sua casa:

Economize em sua conta de energia

Siga todas as dicas básicas para redução de custo de energia elétrica:

  • Desligue os aparelhos elétricos da tomada
  • Evite o consumo de energia em horários de pico
  • Escolha lâmpadas de modelos mais econômicos, como led ou fluorescente
  • Opte pelos aparelhos com classificação A no selo da Procel; eles são mais econômicos
  • Não coloque alimentos quentes na geladeira, e sempre faça questão de que a borracha de vedação está nova
  • Tome banhos mais rápidos – essa vale para economizar em energia em água

Economize em sua conta de água

Assim como no ponto acima, é preciso estar atento aos seus gastos com água. Mais do que afetar seu planejamento financeiro, cuidar dos gastos com energia e água são atitudes importantes para garantir sustentabilidade.

Tenha o que for possível em casa

Troque o consumo de água de galão por filtro. Isso vai reduzir seu orçamento mensal a longo prazo.

Cultive uma pequena horta, com as principais verduras e temperos que você usa na cozinha. 

Reaproveite potes e garrafas.

Tente resolver os problemas domésticos sozinho

Claro, você não é um faz-tudo. Mas tem muitas tarefas que parecem difíceis e que na verdade não são.

Precisa trocar um chuveiro, consertar uma pia, ou consertar seu computador? Aposto que você encontra milhares de tutoriais no Youtube que vão te ensinar de forma rápida e prática.

Tenha apenas serviços que você realmente precisa

Cancele serviços que não utiliza, como revistas, assinatura de canais, pacotes de internet ou demais serviços. 

Esses pequenos detalhes podem consumir boa parte de seu orçamento sem que você perceba. O valor economizado fará com que os minutos gastos no telefone valham a pena.

Economize em seu estilo de Vida

As próximas dicas dizem respeito ao jeito como você gasta seu tempo livre e suas atividades de lazer.

Adeque seu estilo de vida ao seu orçamento

Este é um conselho difícil, e que realmente requer mudanças estruturais em seu dia a dia. Mas é o que pode trazer mais economia para seu bolso.

Infelizmente nossas vontades e desejos muitas vezes não condizem com nossa receita. Isso pode acontecer tanto por que recebemos pouco quanto por que gastamos muito.

E a verdade é que a única solução que não envolve efetivamente ganhar mais dinheiro é adequar seu estilo de vida à sua receita. 

Restaurantes mais caros, viagens custosas, presentes, compras, eventos. Pense em tudo que você faz hoje e que não cabem no seu orçamento. Não precisa cortar tudo, e sim adequar a frequência com o que você pode atingir!

Encontre os melhores dias, horários e locais para suas atividades de lazer

Vários serviços ligados a atividades de lazer tem valores diferentes de acordo com o dia e horário que você frequenta.

Vamos supor que uma de suas formas de lazer seja o cinema, e você vai todo final de semana. acontece que sextas, sábados e domingos são dias em que os cinemas lotam, e por isso os preços são mais altos. 

Nas terças e quartas, por outro lado, são dias em que os cinemas ficam vazios, e os preços são bem mais baixos. 

Descubra dias, locais e horários em que você consegue os serviços e produtos que procura por valores mais baixos, e tente encaixá-los em seu planejamento.

Considere alternativas para sua academia

Mesmo os melhores planos não custam menos que 60 reais por mês. Se você fez as contas, percebeu o quanto estes pequenos gastos mensais são custosos a longo prazo, e o quanto eles interferem na economia de dinheiro.

A academia, apesar de ter grandes facilitadores, pode sim ser substituída por outras formas de exercícios, gratuitos ou bem mais baratos. 

Exercícios ao livre, como bicicleta, corrida e calistenia são pouco custosos e muito prazerosos. Assim como na hora de realizar reparos em casa, os tutoriais no Youtube são um caminho fácil para aprender e se desenvolver no que te agradar mais.

Considere atividades em casa, como pular corda e malhar com pesos próprios, além de lutas e danças, que são alternativas que substituem bem e ainda são prazerosos.

Separe seu dinheiro poupado do dinheiro para transações rotineiras

Como expliquei, é ideal que você separe o dinheiro poupado do dinheiro que você usa em transações comerciais diariamente, para que não acabe usando o valor poupado no mês anterior no mês seguinte.

Agora que você já pegou diversas dicas de como economizar dinheiro, é o fim do mês chegue com um extra em sua conta.

Não deixe de passar este excedente para sua conta destinada para seu saldo poupado!

Transforme seu dinheiro poupado em mais dinheiro!

Lembre-se de dar um destino eficiente para o dinheiro poupado mensalmente. Isso significa nada de poupança!

Consulte nosso artigo com 10 formas de investir melhores que a poupança, e escolha uma que se encaixe no que você precisa. Dê preferência para aquelas que possuem liquidez diária (ou seja, aquelas que você pode retirar o dinheiro investido a qualquer momento).

A sensação de que você tem muito pouco dinheiro para começar a investir é comum, mas não poderia estar mais errada. 

É preciso começar de algum lugar, e quanto antes melhor. 

Ficamos muito felizes que você está dando seu primeiro passo rumo à educação financeira, e espero que nossas dicas tenham te ajudado! 

Se achou que faltou alguma dica importante, deixe sua sugestão nos comentários.